quarta-feira, 11 de julho de 2012

GREVE DOS MÉDICOS

Este é um assunto de actualidade, não porque a GREVE está prevista para amanhã, mas porque a esta convocatória estão subjacentes assuntos que condicionam o futuro da profissão em Portugal.

E amanhã vou fazer greve com a convicção com que escrevi neste Blogue nos últimos 3 anos e com que denunciei os atentados que começaram a ser feitos à Medicina (não aos médicos) desde que começou a euforia gastadora das EPEs.

Os atentados às carreiras não são de hoje, nem de ontem. Começaram com as nomeações de incompetentes para desempenhar funções de responsabilidade na Carreira Médica, ao atropelo de tudo e de todos. Fizeram de soldados rasos generais, sem que eles tivessem credenciais suficientes para liderar um exército. Colocaram ex-internos a orientar a formação e qualificação dos jovens internos (infelizes, não sabiam para eles, quanto mais para orientar ensino). Inverteram as hierarquias baseadas no conhecimento. Desvalorizaram a meritocracia em favor da debitocracia (nomeação baseada nas dívidas de favores em pagamento ou a cobrar).

Este governo nada mais fez do que dar continuidade ao processo que estava na calha. Acredito claramente que é preciso controlar custos, exigir produtividade, regular a utilização dos recursos instalados, evitar despesas sem contrapartidas em termos de saúde das populações, reformar as instituições. Nisto estou com o Governo. Mas tudo isto só se faz com COMPETÊNCIA. Aquela competência baseada nas provas dadas e que é a base das Carreiras Médicas.

Foi a estrutura criada no Serviço Nacional de Saúde em torno de um regime baseado no conhecimento e na competência que elevou o nosso SNS ao seu actual nível de competência. É preciso renovar os processos, mantendo a organização; tal desiderato pode continuar a desenvolver-se em torno de quadros competentes, desejados pelos hospitais privados. Tal não possível com mão de obra eventual, que não faz parte da instituição, que não veste a camisola, que é apenas mercenária.

O futuro decide-se no presente e eu quero acreditar que hoje participo nos alicerces de uma medicina melhor.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

National Geographic Photos